Bubble Beauty - Fiat Pulse terá o motor 1.0 mais potente do Brasil; descubra

0

Marca italiana revela detalhes do motor turbo que vai equipar o Fiat Pulse. Inédito SUV supera o TSI e terá o bloco 1.0 mais potente do Brasil e câmbio CVT que simula sete marchas

Fiat Pulse: SUV inédito terá o motor 1.0 turbo mais potente do Brasil
Fiat Pulse: SUV inédito terá o motor 1.0 turbo mais potente do Brasil

A poucos dias do lançamento oficial, a Fiat revelou nesta sexta (08) detalhes do bloco turbinado que vai seu próximo lançamento. O Fiat Pulse 2022 terá o motor 1.0 mais potente do Brasil, superando rivais como o TSI ou o turbo do Hyundai HB20.

RecebanotíciasnoWhatsApp!
Inscreva-se em nosso canal no YouTube
Assine nosso canal no Telegram

Segundo a Fiat, o motor Turbo 200 Flex terá 130 cavalos de potência com etanol e 125 cv com gasolina. Já o torque será de 200 Nm (20,4 Kgf.m) com ambos os combustíveis a 1.750 rpm. Esses números garantem ao Pulse o título de 1.0 mais potente do Brasil! Isso confirma o que a imprensa automotiva vinha divulgando até então.

O Fiat Pulse 2022 será equipado com câmbio automático do tipo CVT (continuamente variável) com sete marchas simuladas. Segundo a italiana, esse casamento renderá o melhor consumo de combustível entre seus concorrentes com transmissão automática: 12 km/l na cidade e 14,6 km/l na estrada quando abastecido com gasolina.

Fiat Pulse: SUV inédito terá o motor 1.0 turbo mais potente do Brasil

1.0 mais potente: mecânica

Segundo a Fiat, para garantir ao Pulse 2022 o motor 1.0 mais potente do mercado brasileiro a engenharia inclui itens já presentes no bloco Turbo 270 Flex, que equipa a nova Fiat Toro e o Jeep Compass 2022. O bloco inclui turbocompressor com wastegate eletrônica, da injeção direta de combustível e do sistema MultiAir III, que possibilita um controle mais flexível e eficiente das válvulas de admissão.

O Fiat Pulse vai acelerar de 0 a 100 km/h em 9,4 segundos, o que representa o menor tempo comparado aos seus principais concorrentes.. Já o câmbio automático CVT possui três modos de funcionamento. Terá os modos Automático, que se ajusta conforme o modo de condução do motorista e Sport, que altera o mapeamento do controle de estabilidade priorizando velocidade.

Por fim, no modo Manual, o motorista poderá escolher as marchas através da alavanca de câmbio ou nas borboletas atrás do volante. A Fiat anuncia que o novo câmbio CVT foi projetado com um óleo lubrificante for life, ou seja, que não exige troca ao longo de toda a vida útil do veículo.

LEIA TAMBÉM:
Em primeira mão: FCA começa a fabricar motores turbo em outubro e Projeto 363 chega em 2021
Fiat Strada 2021: nova geração da picape-compacta chega por R$ 63,5 mil
Fiat Strada vende mais que carro de passeio e fecha agosto na vice-liderança
Por R$ 92 mil, Fiat Strada 2021 ganha série limitada Opening Edition