Bubble Beauty

Capa

‘Vamos desafiar a Tesla’, diz CEO da Volkswagen sobre novos carros elétricos

CEO da Volkswagen, Hebert Diess não escondeu que a marca americana Tesla é a rival a ser batida no mercado de carros elétricos. Grupo alemão vai abrir seis fábricas de baterias e pretender vender 450 mil carros elétricos em 2021

Volkswagen ID. Buzz Concept: a Kombi do futuro é parte da estratégia da VW

Se alguém acha que as marca tradicionais vão deixar a Tesla reinar sozinha no mercado dos carros elétricos e autônomos, está enganado. O CEO da Volkswagen, Hebert Diess, soltou o verbo e declarou: ‘vamos desafiar a Tesla”. Na última semana, a marca alemã revelou planos para o segmento. A Volkswagen espera um grande impulso na mobilidade elétrica, com mais de 450 mil veículos elétricos entregues aos clientes em 2021, mais do dobro do volume de 2020.

A declaração do CEO da Volkswagen foi dada em entrevista à TV americana CNN. Foi uma repercussão do ‘Power Day’, em que a Volks revelou seus planos para o futuro, com objetivo de dominar o mercado em cinco anos, com abertura de seis fábricas de baterias na Europa.


Siga o carro Esporte Clube no Instagram


Inscreva-se em nosso canal no YouTube

O burburinho parece que deu certo. A “Volkswagen é a nova Tesla”, decretou o Financial Times em referência à empresa californiana. Comparações entre Diess e Elon Musk também foram feitas.Oo “technoking” Elon Musk, deve ter cuidado com o “Technokaiser” Diess, avisa a rede Bloomberg.

“A mobilidade elétrica tornou-se um negócio fundamental para nós. Neste momento, estamos integrando estágios adicionais à cadeia de valores de forma sistemática. Nós garantimos uma pole position no longo prazo na corrida pela melhor bateria e melhor experiência do cliente na era da mobilidade com emissão zero”, diz Herbert Diess, CEO da Volkswagen.

Nova família de veículos elétricos da Volkswagen

Volkswagen acelera ofensiva elétrica

Antes do final de março, os primeiros veículos ID.4 serão entregues a clientes em muitos mercados europeus. Na Alemanha, as entregas começarão no dia 26 de março. Até o final de fevereiro, 23.500 pedidos para esse modelo já haviam sido recebidas de toda a Europa. Este ano, também, a Volkswagen vai adicionar à família ID. o ID.4 GTX com tração integral, o cupê ID.5 e o ID.6 X/CROZZ para o mercado chinês.

Com os modelos adicionais, a empresa está agora ampliando rapidamente os volumes de veículos elétricos e aumentando o uso da plataforma MEB ao redor do mundo. “Dessa forma, estamos reforçando novamente que a marca Volkswagen é a campeã modular do Grupo. Cerca de 80% do volume do Grupo já é baseado na tecnologia da Volkswagen”, conta Ralf Brandstätter. A Volkswagen planeja entregar aos clientes este ano um total de aproximadamente 300 mil veículos baseado na plataforma MEB, assim como cerca de 150 mil híbridos.

Volkswagen ID Vision Concept seria um bom concorrente para o Tesla Model S

A Volkswagen já iniciou bem: nos primeiros dois meses de 2021, 15.500 veículos elétricos movidos a bateria (BEVs) foram entregues em todo o mundo, apesar das restrições causadas pela Covid-19 em muitos mercados – um aumento de 51% em comparação com o mesmo período em 2020. A Alemanha teve um crescimento de 143%. Do lado dos veículos híbridos (PHEVs), 16.300 unidades foram entregues, proporcionando um aumento mundial de 174% e 291% na Alemanha.

CEO da Volkwagen faz panorama para 2021

Seguindo adiante, a Volkswagen vai continuar focando diretamente na eficiência para financiar os investimentos de 16 bilhões de euros em eletrificação e digitalização planejados para o futuro até 2025. A empresa definiu quatro alavancas para esse fim. A partir dos sucessos alcançados no último ano fiscal, o objetivo é obter uma redução de 5% nos custos fixos até 2023. Medidas como o congelamento do porte da força de trabalho no nível de janeiro de 2021, combinadas com acordos parciais de aposentadorias seguindo as diretrizes estabelecidas juntamente com o Conselho dos Trabalhadores irão ajudar a alcançar esse objetivo. Outras metas são aumentar a produtividade na fabricação em 5% a cada ano, reduzir os custos com materiais em 7% e aumentar a lucratividade nas regiões. Apesar da crise do coronavírus, a Volkswagen está a caminho de atingir o equilíbrio financeiro nos Estados Unidos e América do Sul ainda este ano.

LEIA TAMBÉM!


Volkswagen oferece Virtus por assinatura mensal de R$ 2 mil
Estagiária da Volkswagen cria novo painel para o Nivus e fatura vaga no Design Center
Volkswagen Arteon eHybrid: perua e coupé híbridos começam a ser vendidos na Europa
Volkswagen apresenta Taos de olho em tomar o lugar do Compass

A Volkswagen espera um forte aumento nas entregas no próximo ano e tem como objetivo também um significante aumento no faturamento em vendas de ano para ano. Em termos de retorno operacional em vendas, a Volkswagen tem como alvo chegar entre 3 e 4% em 2021. Alexander Seitz: “Apesar dos reveses causados pela pandemia do coronavírus, vamos continuar trabalhando consistentemente para alcançar nosso objetivo de uma margem de 6% em 2023.”

A concretização dessas metas, porém, depende da evolução da epidemia da Covid-19 nos principais mercados da companhia, bem como da disponibilidade de semicondutores. (Fonte: redação com AFP)


Assine nossa lista VIP no Telegram! É grátis!
Entre no grupo do Bubble Beauty no WhatsApp!

Bubble Beauty

Fotos, notícias, lançamentos, testes, vídeos e dicas sobre veículos. Bom humor e lifestyle!

Posts recentes

Volkswagen investe R$ 16 bi no Brasil e terá carro híbrido nacional

Marca investirá 16 bi até 2028 com novos carros, incluindo picape e motores híbrido flex.…

6 dias

Amortecedores Bilstein ganham novos pontos de venda no Brasil

Voltados para veículos de performance e off-road, amortecedores Bilstein estão disponíveis oficialmente no Brasil desde…

1 semana

Nada de BYD: Tesla é a líder de carros elétricos no mundo

Marca americana detém a liderança mundial em carros elétricos. Tesla registrou mais de 1,8 milhões…

1 semana

Motorista ganha prazo extra para fazer exame toxicológico

Exame toxicológico é obrigatório para motoristas de caminhões, ônibus e vans. Contran amplia prazo para…

2 semanas

Chevrolet anuncia R$ 7 bi para renovação completa no Brasil

Marca americana se comprometeu a manter fábricas e deverá produzir motor híbrido flex no Brasil.…

2 semanas

T-Cross supera Tracker: veja os SUVs mais vendidos do Brasil

Chevrolet Tracker e Hyundai Creta completam pódio dos SUVs mais vendidos do Brasil em 2023.…

2 semanas
Bubble Beauty Mapa do site