Bubble Beauty - Novo Mercedes-Benz A200 AMG Line é tudo o que a Renault deveria fazer

0

Mercedes-Benz oferece o novo A200 AMG Line 2024 por R$ 345 mil. Hatch tem motor híbrido de 163 cv e câmbio DCT de 7 marchas

Mecedes-Benz A200 AMG Line 2024
Mecedes-Benz A200 AMG Line 2024

A Mercedes-Benz está trazendo ao mercado brasileiro os novos automóveis Classe A, com destaque para o hatchback A 200 AMG Line 2024. Como o nome diz, é um hatch com apelo visual esportivo, mas com mecânica voltada para redução de emissões. O novo modelo promete conquistar os consumidores que buscam um carro moderno e confortável para o uso diário ao preço de R$ 344.990.

RecebanotíciasnoWhatsApp!
Inscreva-se em nosso canal no YouTube
Assine nosso canal no Telegram

O visual do novo A 200 AMG Line se destaca pelo capô inclinado para a frente, com duas elevações e o icônico “nariz de tubarão”. A grade do radiador redesenhada e os faróis em LED de desenho plano, conferem ao veículo uma sensação de alta performance e dinamismo. Na parte traseira, o difusor redesenhado e as lanternas em LED proporcionam um visual fascinante tanto durante o dia quanto à noite.

Ao entrar no interior do A 200 AMG Line, o motorista repara na tela dupla independente de 10,25 polegadas, que parece flutuar. A arquitetura interna é única nesse segmento, criando um ambiente de iluminação especial. A versão AMG Line apresenta acabamento em Dinamica/microfibra no painel e pespontos contrastantes em vermelho nos bancos revestidos em Artico/Dinamica microfibra na cor preta.

Híbrido leve

Sob o capô, o novo A 200 AMG Line conta com um conjunto híbrido leve: trata-se de um motor de 4 cilindros em linha e uma cilindrada de 1.332 cm³ com 163 cv a 5.500 rpm e um torque máximo de 270 Nm entre 2.700 e 3.500 rpm. destaque é o sistema elétrico adicional de 48 volts, que torna o A 200 AMG Line um híbrido leve, proporcionando agilidade na partida e retomadas de velocidade.

O conjunto é acoplado com transmissão automatizada DCT de 7 velocidades. O novo gerador de partida acionado por correia (BSG) melhora significativamente o conforto e a experiência de condução, garantindo partidas mais suaves e silenciosas.

E o quê tem a Renault a ver com isso?

Mas o que têm a ver o novo A200 da Mercedes-Benz e a Renault? É que o motor 1.3T é um projeto compartilhado com a Aliança Renault-Nissan e utilizado no Captur e Duster, por exemplo. Inclusive, o bloco é feito na Espanha.

Porém, no Brasil, a Renault optou por calibrar o motor para chegar aos 170 cv com o mesmo torque de 270 Nm, que deixou o carro mais beberrão. E SE, ao invés disso, a marca francesa revolvesse fazer o mesmo que a Mercedes e colocasse um híbrido leve em seu veículo? Seria uma opção interessante para se destacar no mercado!

O novo Mercedes-Benz A200 AMG Line chega ao mercado brasileiro como uma opção atraente para os amantes de automóveis que buscam um veículo premium com personalidade no estilo da divisão de performance da marca. Contudo, a potência de 163 cv pode não atender consumidores mais exigentes.

LEIA:
Dono protesta com Volvo XC40 queimado na porta da concessionária
GWM Haval H6 vende mais que Corolla Cross em maio
VÍDEO | Nissan Sentra 2023 Exclusive ganha pelo design e conforto
Jeep Renegade é investigado pelo MP por grave defeito
Novo carro popular: Governo reduz imposto para modelos até R$ 120 mil